Venezuela diz que EUA colocou veneno na ajuda humanitária

A “vice-presidente” da Venezuela, Delcy Rodríguez, criticou na quarta-feira (13) o envio de alimentos e remédios vindos dos Estados Unidos para atenuar a crise humanitária no país sul-americano.

Delcy Rodríguez afirmou que a ajuda enviada pelos Estados Unidos está “contaminada e envenenada” e “é cancerígena”, mas não ofereceu provas de suas declarações.

“Podemos dizer que são armas biológicas o que pretendem com essa ajuda humanitária”, disse Delcy, segundo o Estadão.

Na semana passada, a ditadura de Nicolás Maduro recusou a entrada dos kits humanitários enviados pelos EUA e fechou a ponte que levaria a ajuda da Colômbia para a Venezuela.

Nesta quinta-feira (14), Maduro aumentou o contingente de militares observando a ponte separando os dois países.

O líder opositor e presidente interino autodeclarado, Juan Guaidó, no entanto, apoia a iniciativa dos EUA e diz que a ajuda humanitária virá “sim ou sim, queira o usurpador [Maduro] ou não queira”. Ele afirmou que a entrada da assistência ocorrerá até 23 de fevereiro.