Novo serviço permite que passageiros aluguem veículos com motorista diretamente com o condutor

No início de fevereiro, a Uber interrompeu as operações na Colômbia após uma decisão judicial da Superintendencia de Industria Y Comercio (SIC) apontar que a empresa praticava concorrência desleal. Nesta quinta-feira (20), no entanto, a companhia de transporte por aplicativos retomou as atividades no país e, desta vez, com um modelo de operação diferente.

Segundo comunicado da Uber Colômbia, no novo esquema, clientes alugam um veículo com motorista a partir de um contrato firmado diretamente entre as duas partes, que é assinado no momento em que o passageiro solicita o serviço.

Em outras palavras, a Uber deixa de fazer a mediação de corridas entre passageiros e condutores, e passa a servir como uma plataforma para clientes alugarem veículos com motoristas.

O comunicado descreve cinco modalidades do serviço: 

  • Por Horas: permite alugar um veículo com condutor e pagar pelo tempo de utilização.
  • UberYa: permite alugar um veículo com motorista para se locomover pela cidade.
  • Economy: permite o aluguel com condutor de veículos mais antigos (disponíveis apenas em algumas cidades).
  • Comfort: alternativa premium que permite alugar veículos mais modernos com condutores.
  • XL: permite o aluguel de automóveis maiores com condutor, por exemplo, vans e peruas.

Essa é uma solução temporária até que o congresso colombiano regulamente os aplicativos de transportes, como publicado pelo site Mobile Time