A Uber anunciou hoje que planeja distribuir “dezenas de milhões” de máscaras para motoristas em todo o mundo como parte de seus esforços para aumentar a segurança em meio à pandemia de coronavírus.

A gigante global de compartilhamento de viagens disse que enviou seu primeiro pedido de máscaras para os motoristas da cidade de Nova York, que é o atual epicentro do surto nos EUA, e aguarda mais meio milhão para outras cidades dos EUA.

A medida segue orientações atualizadas das autoridades de saúde dos EUA e de outros países para usar algum tipo de proteção no rosto como uma barreira adicional contra a propagação do vírus.

“Pedimos dezenas de milhões a mais de máscaras e esperamos que elas cheguem a outras cidades e regiões do mundo nas próximas semanas”, disse o vice-presidente de segurança da Uber, Gus Fuldner.

“Os suprimentos são limitados e as necessidades de saúde sempre terão prioridade, portanto os envios globais levarão tempo”.

A Uber, que viu uma queda maciça no número de passageiros devido a bloqueios em todo o mundo, informou que compra as máscaras “de fora das cadeias tradicionais de suprimentos de saúde”, inclusive de uma empresa que normalmente produz eletrônicos.

A empresa disse que está doando todas as suas máscaras de respiração N95, que oferecem filtragem extra, para equipes médicas e hospitais.