Uber cria serviço de reserva de lugar em ônibus

Uber Bus, que está funcionando apenas no Egito, por enquanto, garante lugar marcado em ônibus gerenciados pelo aplicativo

Como foi não possível criar um serviço de compartilhamento de ônibus, já que estes veículos já foram criados para serem dividos, o Uber tentou inovar em seu uso. A empresa começou a operar um serviço no Egito em que é possível reservar lugares nos coletivos.

Os microônibus próprios da empresa rodam por trajetos fixos. E o aplicativo calcula para onde as pessoas vão e se a linha serve para ir do ponto A ao ponto B determinado no app.

Os ônibus são dirigidos por motoristas parceiros da empresa. Todos os veículos têm ar-condicionado, item essencial de conforto para o calor do Egito. Ninguém pode ir em pé. Senão o argumento da reserva de lugar perderia sua eficácia.

Segundo o Uber, a inciativa no Egito servirá de estudos para implementação em outros países, em especial os que têm pouca oferta de metrô e outros transportes públicos. Caso do Brasil.

Uber corre para diversificar seus serviços
Depois de comprar a Jump e começar a operar no mercado de patinetes elétricos em Santa Mônica, na Califórnia, o Uber agora pretende arrematar a Bird e a Lime e tentar dominar este mercado que só cresce nos Estados Unidos.

O negócio de patinetes da Lyft, um de seus grandes concorrentes, ainda é relativamente pequeno. Mas ela acaba de completar a compra da Motate, da Citi Bike, e agora tem a maior rede de compartilhamento de bicicletas dos Estados Unidos.