A maioria dos ministros do STF decidiu suspender hoje, num julgamento virtual, a medida provisória editada por Jair Bolsonaro que extinguiu o seguro obrigatório de veículos, o DPVAT.

O pedido, feito pela Rede, foi acolhido por Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Marco Aurélio, Dias Toffoli e Luiz Fux.


Contra a suspensão votaram Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.