Caso ocorreu no interior do Acre; medida abrange vice e secretários municipais

O prefeito reeleito de Mâncio Lima (AC), Isaac Lima (PT), aumentou o próprio salário em 20%. A medida contemplou a vice dele e os secretários municipais. Mais de 54% dos eleitores votaram no petista. Na segunda-feira 23, a prefeitura publicou a portaria da lei que estabelece os novos rendimentos do Executivo. A medida terá efeito a partir de janeiro do ano que vem e vale para o quadriênio de 2021 a 2024. Dessa forma, o ordenado de Lima passa de R$ 13 mil para R$ 15,6 mil; o da vice-prefeita, Angela Valente, aumenta de R$ 11 mil para 13,2 mil; o dos secretários foi de R$ 5 mil para R$ 5,9 mil. “O salário do prefeito, secretários e vereadores só aumentam de uma gestão para outra. Não podem durante o ano. Conta de um mandato para o outro, ano passado não teve aumento”, defendeu-se o petista ao ser interpelado sobre o assunto.