O valor mais caro do combustível foi registrado na Urca, enquanto o mais barato foi visto no Catumbi, aponta levantamento,

A Urca registrou a gasolina mais cara do Rio de Janeiro em setembro. Catumbi teve o preço mais barato.

O levantamento é da ValeCard e aponta que o litro do combustível variou até 10,31% em diferentes bairros da capital, sendo encontrado por cerca de R$ 4,60 a R$ 5,10.

A alta nos preços da gasolina acompanha a retomada das atividades econômicas com a flexibilização do isolamento social. A elevação deve ser maior nos próximos dias, por causa do aumento de 5% proposto pela Petrobras nas refinarias.

Seguido da Urca com a gasolina mais cara, está o Flamengo, também na Zona Sul. Já os preços mais baratos após o Catumbi, no Centro, estão em Deodoro e Magalhães Bastos, ambos na Zona Oeste.

Além disso, os dados mostram que o estado do Rio teve a média mais alta no Sudeste, com uma média de preço de R$ 4,92. São Paulo registou a gasolina mais barata, que custou R$ 4,19.

Fonte: BandNews