Motorista é estuprada e assassinada em rodovia na Baixada Fluminense, RJ

Mulher foi encontrada morta dentro do próprio carro que estava caído no acostamento da Rodovia Washington Luiz, na altura Duque de Caxias.

Uma mulher que dirigia um carro que prestava serviço por aplicativo foi encontrada morta dentro de um carro na Rodovia Washington Luiz, altura de Duque de Caxias, na madrugada desta terça-feira (8).

De acordo com a PM, policiais do 15ºBPM (Duque de Caxias) faziam um patrulhamento na via, altura do km 116, quando encontraram um carro caído às margens da rodovia.

Um homem foi detido pelos agentes ao tentar sair do local.

O corpo de Kátia Valéria Nunes Bastos, de 47 anos, foi encontrado dentro carro. De acordo com a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), o carro pertencia à vítima, que era motorista de Uber.

A polícia informou, incialmente, que trabalha com a hipótese de que Kátia tensa sido estuprada e asfixiada, e o acusado, identificado como Edvaldo Feliz Duarte dos Santos, tenha perdido o controle do veículo ao tentar se livrar do corpo. A DHBF investiga se houve a participação de uma outra pessoa no crime.

A empresa responsável pelo aplicativo de transporte, para o qual a vítima prestava serviço, informou que repudia qualquer atitude violenta e lamenta a morta da motorista.

“Ficamos chocados em saber que a motorista parceira foi vítima desse crime terrível. Nossos sentimentos estão com a família da Katia neste momento de dor. A Uber repudia todo tipo de comportamento violento contra mulheres e acredita na importância de combater, coibir e denunciar casos que envolvam qualquer forma de assédio ou violência. A empresa informa que o usuário envolvido foi banido e que está totalmente à disposição para colaborar com as autoridades no curso das investigações, nos termos da lei”, disse a nota.