O objetivo das paralisações é mostrar o descontentamento dos condutores

Motoristas da Uber decidiram aderir à greve em protesto contra a empresa. Condutores de vários países do mundo iniciaram o movimento devido a abertura de capital do aplicativo na Bolsa de Valores, que deverá ocorrer nesta sexta-feira. No Brasil, as associações e condutores sugerem que todos desliguem o aplicativo a partir das 0h desta noite até as 23h59 desta quarta-feira.

O objetivo das paralisações é mostrar o descontentamento dos motoristas em relação aos poucos funcionários que vão enriquecer milhões com a abertura de capital da companhia, enquanto o motorista pouco é reconhecido pela empresa. Com a paralisação, os motoristas também pedem por um aumento no valor recebido nas corridas. 

Lembrando que o grande problema nos municípios que a uber funciona no Rio de Janeiro é a falta de regulamentação e tenho convocado o presidente da AMPAERJ Suporte para lutar junto para buscar melhorias para classe.