O passageiro morreu e o motorista foi atingido por seis tiros. Os dois foram foram vítimas de uma emboscada

Um motorista de aplicativo levava um passageiro para o bairro Edson Queiroz – Fortaleza, mas ao chegar ao local os dois foram recebidos a tiros por integrantes de uma facção criminosa. Ferido, o profissional pediu socorro aos colegas motoristas por meio de um aplicativo de troca de áudios. O passageiro morreu e o motorista foi atingido por seis tiros. Os dois foram foram vítimas de uma emboscada. O caso foi registrado na segunda-feira, 27, e os detalhes obtidos por testemunhas nesta sexta-feira, 31.

O motorista atendeu o passageiro na avenida José Bastos. Na ocasião,  a viagem tinha o nome de uma mulher como passageira, no entanto foi um homem que apareceu para a corrida. O passageiro afirmou que o perfil que solicitava a viagem era de uma mulher que ele conheceria, num primeiro encontro. Ela também pagaria pela viagem. O destino ficava atrás da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Edson Queiroz.

Após chegar ao bairro, o passageiro perguntou ao motorista se a área era “Tudo 2”, fazendo referência à facção do Comando Vermelho (CV). Ele ainda alertou o motorista que, em caso de qualquer situação de perigo, que o profissional fugisse. O motorista disse que não sabia qual a facção que ficava ali.