Horas depois, outro motorista sofreu uma tentativa de assaltado, mas conseguiu fugir

Um motorista da Uber, de 35 anos, sofreu um assalto seguido de tentativa de homicídio na noite dessa quarta-feira (1º), no Bairro Novo Colorado, em Cuiabá. O crime ocorreu durante uma corrida e os suspeitos são passageiros que haviam chamado um carro pelo aplicativo. Eles atiraram contra o motorista, mesmo após ele já ter entregado o veículo.

O caso aconteceu por volta das 18h50, na Avenida Rondonópolis. A Polícia Militar foi acionada por testemunhas, que já encontraram o motorista ferido.

Quando a equipe chegou ao local, viu que o disparo havia atingido o tórax da vítima, que estava em estado grave e não conseguiu dizer muita coisa, informando apenas que três suspeitos haviam levado seu carro, um VW Fox, de cor preta

Conforme o boletim de ocorrência, antes da chegada da polícia, o homem conseguiu dizer para as testemunhas que trabalha como motorista de Uber e que foi chamado para uma corrida pelo aplicativo. Ele contou também que estava transportando três homens, quando eles anunciaram o assalto.

O motorista narrou ainda que chegou a descer do carro, o entregando. Mesmo assim, os suspeitos atiraram nele e fugiram em seguida, levando o veículo.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, prestou os primeiros-socorros e encaminhou a vítima ao Pronto Socorro de Cuiabá, onde ele ficou sob cuidados médicos. Ainda não há informações atualizadas sobre o estado de saúde dele.

Os policiais fizeram rondas pela região, mas não encontraram os suspeitos, nem o veículo da vítima. Testemunhas disseram ter escutado quatro disparos de tiros.

Em nota enviada ao LIVRE, a Uber lamentou “que motoristas parceiros sofram com a violência e brutalidade que permeiam nossa sociedade. A empresa está à disposição para colaborar com as investigações, na forma da lei, e espera que os responsáveis sejam trazidos à Justiça o mais brevemente possível”.

Fuga bem sucedida

Horas depois, já na madrugada desta quinta-feira (2), outro motorista de aplicativo foi vítima de uma tentativa de assalto em Cuiabá. Este, porém, conseguiu fugir ileso.

A vítima de 23 anos contou aos policiais que trabalha como motorista durante a noite e que por volta das 2h40 da manhã, no cruzamento entre a Rua Uruguai e a Rua Tancredo Neves – próximo ao Córrego do Barbado e ao Shopping Três Américas -, uma caminhonete S10 o fechou, impedindo a passagem.

Conforme o boletim de ocorrência, nesse momento, duas pessoas desceram da S10, uma delas com uma arma na mão, apontando para o motorista e ordenando que ele descesse do veículo. Ao invés de obedecer a ordem, ele deu ré, manobrou rapidamente e conseguiu fugir.

No cruzamento da Avenida Carmindo de Campos com a Avenida Tancredo Neves, o motorista encontrou uma equipe do Batalhão da Rotam e pediu ajuda. Os policiais tinham acabado de ver a S10 passando em alta velocidade e iniciaram uma perseguição por várias ruas.

A S10 só parou em frente à Distribuidora Proibida, na Avenida Beira Rio. Com os três ocupantes do carro, nada foi encontrado, mas em um compartimento da parte de trás do banco do passageiro da caminhonete havia uma arma falsa, possivelmente a utilizada na tentativa de assalto.

Os três suspeitos, de 21, 29 e 33 anos, foram presos e encaminhados para a Central de Flagrantes de Cuiabá. O caso foi registrado como tentativa de roubo e utilizar arma de brinquedo a fim de cometer crime.

(Atualizada às 14h52)