Levando em conta o reajuste salarial para o STF sancionado por Michel Temer, o ministro Luiz Fux derrubou o pagamento de auxílio-moradia.

Proibiu o repasse do benefício não só para juízes, mas também para membros do Ministério Público, Defensorias Públicas e Tribunais de Contas.