Será a segunda redução no preço do combustível desde o início da pandemia da Covid-19

Motoristas do Estado do Rio que possuem carro movido a gás natural veicular (GNV) encontrarão preços mais baixos a partir deste sábado, 1º de agosto. A Naturgy anunciou nesta semana uma redução na tarifa média do gás natural no Rio, com o objetivo de aumentar a competitividade do setor no estado. Para o GNV, o corte será de 19,2% no interior do estado, e de 18,5% na Região Metropolitana.

Essa é a segunda redução nas tarifas de gás natural durante a pandemia do novo coronavírus. A primeira ocorreu no dia 1º de maio.

A expectativa do Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e acessórios do Estado do Rio (Sindirepa) é que os postos repassem toda a redução recebida aos usuários do GNV, reduzindo pelo menos R$ 0,36 nas bombas. Com isso, o valor do combustível nos postos custaria em média entre R$ 1,50 e R$ 1,60.

Presidente do Sindirepa, Celso Mattos explica que, como todos os segmentos, o mercado de GNV sofreu um baque durante esse período. No entanto, a expectativa do setor é de crescimento para os próximos meses, já que esse combustível possui preços mais baixos que a gasolina e o álcool.

— Com o poder de compra da população reduzido após a pandemia, o GNV se tornará ainda mais atrativo, considerando que ele hoje já é entre 50% e 60% mais econômico em relação à gasolina, por exemplo. Atualmente, 20% da frota de veículos do Rio é movida a GNV, e nossa expectativa é que esse número aumente em 1% ou 2% pelo menos.

Segundo dados da Naturgy divulgados em maio, quem utiliza GNV chega a economizar até 51,3% por mês em relação a gasolina ou 58,5% sobre o etanol, considerando a média de preços praticados nos postos. A empresa oferece em seu site o Simulador de Economia, que permite ao consumidor calcular o rendimento e economia com o uso do GNV em metros cúbicos.