O general Santos Cruz é a primeira baixa de um militar no ministério do presidente Bolsonaro.

O ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República , general Carlos Alberto Santos Cruz, vai deixar o governo do presidente Jair Bolsonaro.

Mais cedo, o general da Secretaria de Governo havia se posicionado a favor do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e pedido uma “investigação profunda” sobre o ataque cibernético contra a Operação Lava Jato.

Segundo informações do jornal O Globo, Bolsonaro demitiu, nesta quinta-feira (13), o ministro Santos Cruz. Ele teria sido comunicado de sua saída em uma reunião com o presidente, da qual também participaram os ministros da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno.

A informação está circulando pelos principais veículos da imprensa nacional, como a Folha, o Estadão, entre outros, mas ainda não foi confirmada pelo Palácio do Planalto.

Bolsonaro ainda está em viagem a Belém, capital do Pará. Na tarde desta quarta, o chefe do Executivo foi recebido por uma multidão de apoiadores.