Empresária admite ter recebido dinheiro por ‘elogios fake’ à Gleisi nas redes sociais

Em depoimento para o Ministério Público Eleitoral, a empresária Joyce Falette admitiu ter participado de um esquema no qual deveria receber para publicar elogios ‘fake’ para candidatos petistas.

Conforme apurado na última semana, o deputado Miguel Corrêa Jr, do PT de MG foi o pivô do esquema. Joyce afirmou que a mando do petista contratou 70 influenciadores digitais para atuar fazendo postagens favoráveis aos então candidatos petistas Gleisi Hoffmann, Luiz Marinho e Wellington Dias.

A empresária é dona da agência La Joy, especializada em marketing digital, e foi contratada especialmente para a pratica ilegal de campanha política favorecendo candidatos do PT.

A empresária, no entanto, afirmou que o deputado, mesmo tendo ordenado diversas pautas que foram devidamente emplacadas pelo esquema ilegal, nunca pagou o que prometeu.

Ao fim do depoimento, Joyce relatou estar sendo ameaçada por telefone, Twitter, Instagram e por e-mail.
Esse é o PT.