Como será a cerimônia de posse de Jair Bolsonaro na Presidência

//Como será a cerimônia de posse de Jair Bolsonaro na Presidência

Como será a cerimônia de posse de Jair Bolsonaro na Presidência

2018-12-29T06:25:31+00:0029/12/2018 06:25|Categorias: Sem categoria|2 Comentários

“Como será a cerimônia de posse de Jair Bolsonaro na Presidência”

Capitão da reserva assume a presidência da República nesta terça-feira (1º). Acompanhe o passo a passo do evento”

Com um esquema de segurança inédito, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) será empossado nesta terça-feira (1º), em Brasília, para um mandato de quatro anos à frente do país. A expectativa do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), órgão ligado à defesa da Presidência, é de que até 500 mil pessoas prestigiem o evento, se concentrando na Esplanada dos Ministérios.

“A Força Aérea Brasileira (FAB) preparou um esquema de segurança aéreo em três níveis de controle de tráfego a partir da Praça dos Três Poderes. No principal ponto de restrição, apenas será permitido o sobrevoo de um helicóptero da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) para transmissão de imagens da posse ao vivo. Mais de 20 aeronaves da Força Aérea vão ficar de prontidão, entre elas, caças F-5. Aeronaves que porventura invadam o espaço aéreo restrito poderão ser abatidas.

Ainda não há definição se o presidente eleito desfilará em carro aberto ou fechado no dia da posse. De acordo com aliados, isso será decidido de última hora, com base em dados de segurança.

O veículo tradicional usado em cerimônias de posse pelos presidentes desde a década de 1950 é um rolls-royce conversível. O carro foi utilizado no primeiro ensaio na Esplanada.

Também por medidas de segurança, a Esplanada será bloqueada do dia 31 de dezembro até a manhã de 2 de janeiro. Está proibida a entrada de pessoas com bebidas alcoólicas, garrafas, fogos de artifício, apontadores de laser, animais, bolsas, mochilas, máscaras, produtos inflamáveis, armas de fogo, objetos cortantes, drones e até carrinhos de bebê.

Veja passo a passo como será a posse de Jair Bolsonaro:
14h: Saída de Bolsonaro da Granja do Torto
A Granja do Torto é uma das residências oficiais da presidência da República. É de lá que Bolsonaro vai sair para a cerimônia de posse, junto com sua esposa, Michelle Bolsonaro.

14h25: Chegada à Catedral de Brasília
Lá, Bolsonaro vai encontrar o vice-presidente eleito, Hamilton Mourão (PRTB). Os dois vão seguir para o Congresso Nacional em carros separados. Diferentemente de outras posses, não haverá cerimônia religiosa na Catedral.

14h45: Desfile do cortejo presidencial rumo ao Congresso Nacional
Bolsonaro e Mourão serão recebidos no início da rampa do Congresso, na parte plana, pelos chefes do cerimonial da Câmara e do Senado, que os conduzirão pela rampa, até onde estarão os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB). No final da passarela, estarão o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, além de lideranças do Congresso, que se juntarão ao cortejo.

Já dentro do Congresso, as autoridades caminharão até o plenário da Câmara dos Deputados, onde será realizada a posse.

Se o dia for chuvoso, a chegada de Bolsonaro não será pela rampa, mas pelo Salão Branco, com acesso pela chamada Chapelaria, segundo informações do Senado Federal.

15h: Sessão solene de posse de Bolsonaro e Mourão
Eunício Oliveira (MDB) abrirá a sessão solene e conduzirá os trabalhos. Após a execução do Hino Nacional pela Banda dos Fuzileiros Navais, Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão farão o juramento de compromisso constitucional e assinarão o termo de posse.

Os dois deverão jurar “manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil” – declaração prevista pela Constituição Federal.

A lista de convidados de Bolsonaro e da primeira-dama para a cerimônia do Congresso é de 140 pessoas. O grupo é formado majoritariamente por familiares e funcionários do gabinete do presidente eleito. A previsão é de que ao todo sejam convidadas 2 mil pessoas para esta etapa da posse, que contemplará a presença de deputados, senadores, ex-parlamentares e os eleitos para o Legislativo em outubro.

Após dar posse aos eleitos, Eunício concederá a palavra a Bolsonaro, que fará um pronunciamento ao país.

Encerrada a sessão, o presidente da República, já empossado, desce a rampa do Palácio do Congresso Nacional e, como comandante-chefe das Forças Armadas, passará em revista as tropas da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, sendo ainda homenageado com uma salva de 21 tiros de canhão.

Se o dia da posse for chuvoso, a revista às tropas será feita em área coberta, em área próxima à Chapelaria, e a salva de tiros pode até ser cancelada.

16h15: Desfile do cortejo presidencial do Congresso para o Palácio do Planalto
Ao subir a rampa do Palácio, Bolsonaro será recebido pelo presidente Michel Temer (MDB), que entregará a faixa presidencial ao novo presidente.

Essa etapa conta com cerca de 1.500 convidados, como ministros, chefes dos poderes e presidentes de autarquias e bancos públicos. Bolsonaro e Temer têm direito a lista de convidados, que não foi divulgada por motivos de segurança, segundo o GSI.

16h30: Discurso de Bolsonaro à nação
Depois de receber a faixa presidencial, Bolsonaro fará um discurso à nação no Palácio do Planalto. Em seguida, receberá os cumprimentos dos chefes e dos vice-chefes de Estado ou de governo e dos ministros de Relações Exteriores presentes no evento.

17h30: Cerimônia de nomeação de ministros
Depois de ser empossado, Bolsonaro dará posse a todos os ministros escolhidos para compor seu governo. Ao todo serão empossados pelo presidente 22 ministros. Entre eles, o ex-juiz Sergio Moro, que vai chefiar a Justiça, e Paulo Guedes, que vai comandar a Economia.

18h15: Fotografia oficial
Depois de empossar os ministros, Bolsonaro fará a foto oficial da posse com sua equipe.

18h25: Desfile do cortejo presidencial com a faixa presidencial, do Palácio do Planalto para o Palácio do Itamaraty
Bolsonaro e Michele oferecerão no Itamaraty uma recepção para convidados. A expectativa é que cerca de 2.500 pessoas participem da última etapa da programação da posse.

2 Comentários

  1. Cila Monteiro 29 de dezembro de 2018 at 06:40 - Reply

    Gostei muito da informação e até COMPARTILHEI, abraços!

  2. Manoel Tarakdjian 29 de dezembro de 2018 at 14:45 - Reply

    Vai ser emocionante.
    Mas gostaria que não fosse de carro aberto, e o discurso para a nação fosse por meio de telões.
    Boa sorte capitã

Faça um comentário

WhatsApp chat