Cai o avião de sócio de empreiteira denunciada com Lula por esquema na Guiné Equatorial

Adolfo Geo, sócio da empresa ARG, morreu nesta segunda feira devido a queda de sua aeronave. O acidente ocorreu numa fazenda em Jequitaí, no Norte de Minas Gerais.

Juntamente com o empresário estava a mulher, Margarida Gianetti, o piloto Marco Aurélio e o co-piloto identificado como Oliver, e até agora não se sabe exatamente a causa do acidente. As duas versões que permeiam as redes sociais são de que, na primeira hipótese o pneu da aeronave teria furado no pouso, o que fez com que a asa da aeronave tombasse batendo no chão e causando a explosão. Na segunda versão ocorreram problemas na aterrissagem, fazendo com que o avião acertasse o pivô no fim da pista e então explodisse.

A ARG foi motivo de pauta na mídia hoje por um segundo motivo. A Lava Jato de São Paulo acusou Lula de receber R$ 1 milhão para intermediar negócios entre a ARG e a Guiné Equatorial. Lula foi denunciado por lavagem de dinheiro. Rodolfo Geo, controlador da empreiteira foi denunciado por lavagem de dinheiro e tráfico de influência.

Os corpos serão levados para o IML de Montes Claros para perícia.