Bolsonaro ampliou a proteção de pessoas ameaçadas em decorrência de sua atuação na defesa dos direitos humanos.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, incluiu comunicadores e ambientalistas em seu novo programa de proteção aos direitos humanos publicado nesta quinta-feira (25) no Diário Oficial da União.

O governo federal editou o Decreto 9.937, que institui o Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos, Comunicadores e Ambientalistas (PPDDH) e o Conselho Deliberativo do Programa, no âmbito do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Segundo o texto, o objetivo do programa é articular medidas para a proteção de pessoas ameaçadas em decorrência de sua atuação na defesa dos direitos humanos.

O PPDDH será executado por meio de cooperação firmada, voluntariamente, entre a União, os Estados e o Distrito Federal, com o objetivo de articular medidas que visem à proteção do defensor de direitos humanos para proteger sua integridade pessoal e assegurar a manutenção de sua atuação na defesa dos direitos humanos, informa o jornal Gazeta do Povo.