Após desconvidar Cuba para posse, Bolsonaro recebe ‘denunciante’ cubano

Orlando Gutierrez é porta-voz de ONG cubana que busca ‘os direitos humanos e uma mudança democrática em Cuba’ e é crítico do atual governo

Depois de retirar o convite à Cuba para que este país envie um líder para participar de sua posse, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) recebeu na manhã desta quinta-feira, 20, o cubano Orlando Gutierrez, “um dos principais denunciantes das atrocidades cometidas pela ditadura daquele país”, segundo escreveu o presidente eleito em sua conta no Twitter. Ele postou uma foto conversando com o cubano e com outras pessoas.

Gutierrez é porta-voz e cofundador do Diretório Democrático Cubano, ONG que busca os “direitos humanos e uma mudança democrática em Cuba”, é contra o atual governo do país caribenho e criou uma rádio em defesa da liberdade e dos direitos políticos.

A assessoria de imprensa do presidente eleito não divulgou detalhes da conversa, mas informou que o presidente eleito fez críticas ao governo de Cuba. Em um vídeo divulgado pela assessoria, Bolsonaro aparece cumprimentando Gutierrez e falando “Cuba Libre” (Cuba livre, em português).