Policiais e agentes penitenciários encontraram 34 celulares e 200 comprimidos de ecstasy com detentos ao realizar uma operação nesta segunda-feira no Presídio Serrano Neves (Bangu 3), no Complexo de Gericinó. Entre outros itens apreendidos estão 2 roteadores, 30 carregadores e 2 tabletes de maconha.

A varredura foi realizada por agentes da Delegacia de Repressão a Crimes Patrimoniais (Delepat), da Polícia Federal, e da Superintendência de Inteligência e Corregedoria da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap). A ação tinha o objetivo de confirmar uma suposta facilitação da entrada de celulares e drogas no sistema prisional por meio de correspondências.

Segundo a Seap, será instaurado um inquérito na Corregedoria para apurar se havia alguma facilitação para que esses itens chegassem até às mãos do presos. A ocorrência foi encaminhada para a superintendência da Polícia Federal no Rio.