A Polícia Federal apura repasses da JBS ao grupo político do senador Cid Gomes (PDT-CE), irmão do ex-ministro Ciro Gomes.

A investigação foi aberta a partir das delações de Joesley Batista, dono da JBS, e Ricardo Saud, ex-diretor da J&F, também vinculada à JBS, e revelou o pagamento de propina milionária em troca de liberação de créditos de ICMS legítimos do grupo JBS no estado.

Ao todo 17 mandados de busca de apreensão foram expedidos pela Justiça Eleitoral de Fortaleza e cumpridos em Fortaleza, São Paulo e Salvador.

Fonte: Jornal da CidadeOnLine