5 bilhões que iam para a Globo agora são usados para fazer barragem - Ronaldo Cunha