NA CARA DURA: EDUARDO PAES COMPRA 100 ÔNIBUS “BRT” DA EMPRESA DE JACOB BARATA

Empresa de Jacob Barata vai vender mais 100 ônibus articulados para o BRT, ao vencer licitação nesta sexta (27)

A Guanabara Diesel (ônibus Mercedes-Benz), do Grupo de Jacob Barata Filho, foi vencedora de mais um lote para fornecer coletivos para o sistema de BRT do Rio de Janeiro, comprados pela prefeitura.

A empresa foi a única a oferecer proposta no pregão desta sexta-feira, 27 de maio de 2022, para a compra pelo poder público de 100 ônibus articulados.

Segundo a prefeitura do Rio de Janeiro, foram dois lotes e o preço final dos 100 articulados foi fechado em R$ 241,8 milhões (R$ 120,9 milhões por cada lote de 50 veículos).

A Guanabara Diesel já tinha vencido uma licitação anterior de compras de ônibus para o BRT envolvendo 20 ônibus por R$ 42,2 milhões.

A empresa de Jacob Barata também tentou impedir o fornecimento de 71 ônibus padrons da concorrente Volkswagen para o sistema de BRT (Bus Rapid Transit), mas teve o pedido de impugnação ao resultado da licitação negado pela prefeitura.

A Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) informou que, com a aquisição desta sexta-feira, 27 de maio de 2022, a nova frota para o sistema já totaliza 291 veículos

Na licitação anterior para a aquisição de novos ônibus para o BRT,  ocorrida no dia 1º de abril deste ano, a prefeitura recebeu propostas de fornecedores para a compra de 191 novos ônibus, sendo 120 articulados e 71 ônibus modelo padron.

A previsão de entrega dos novos ônibus é dezembro de 2022, no caso dos ônibus padron, e março de 2023, para os articulados.

HISTÓRICO:

A prefeitura do Rio de Janeiro é responsável pelas operações do BRT.

Em 03 de março de 2021, o prefeito Eduardo Paes decretou intervenção do poder público no BRT por seis meses devido a problemas na prestação de serviços pelos concessionários.

Já em 18 de setembro de 2021, Paes prorrogou a intervenção por mais seis meses.

O segundo período de intervenção duraria até março de 2022, mas julgando que os problemas não tinham sido resolvidos e que os consórcios operadores não teriam mais condições de reassumir, a gestão Paes decretou em 17 de fevereiro de 2022 a anulação dos contratos com as empresas de ônibus, sendo a prefeitura responsável pelo sistema BRT.

Empreendedor(a) 👨‍💻Profissional de TI 📚Certificado Google ✰ Conservador ও Operador de Criptomoedas
Open chat
Olá, seja bem vindo (a) site
Olá, seja bem vindo (a) site Ronaldo Cunha
Sair da versão mobile