Trabalhou em 2021? Você tem direito a um abono de mais de R$ 1,2 mil

Trabalhadores da iniciativa pública e privada de todo o país vão receber benefício de até um salário mínimo.

Quem trabalhou com carteira assinada para uma empresa privada ou como servidor público em 2021 poderá sacar o abono salarial PIS/Pasep. O programa oferece até um salário mínimo ao trabalhador que se enquadra em todas as regras, como exercer atividade formal.

Em geral, o benefício é depositado no ano seguinte ao período trabalhado. Ou seja: quem atua em 2019 recebe em 2020; quem trabalha em 2020 recebe em 2021; e assim por diante.

O problema é que o governo federal adiou os pagamentos do abono referente ao ano-base 2021, o que alterou bastante o calendário do PIS/Pasep. Por esse motivo, os brasileiros que trabalharam em 2020 só receberam os valores neste ano, nos meses de fevereiro e março.

E o abono de 2021?

Por conta do adiamento, muito se falou sobre a possibilidade de repasses em dobro em 2022, mas isso não deve acontecer. O governo não dispõe de verbas suficientes para uma nova liberação do abono salarial nos próximos meses, já que o gasto é bilionário.

Desta forma, quem trabalhou formalmente em 2021 só deve receber o benefício em 2023. O orçamento para cerca de 23 milhões de pessoas está previsto em cerca de R$ 20 bilhões.

Consulta ao benefício

A Caixa Econômica Federal cuida do pagamento do PIS para os funcionários de empresas privadas, por isso a consulta pode ser feita pelos canais do banco estatal: aplicativo Caixa Trabalhador, site da Caixa ou telefone 0800 726 0207.

Já os servidores públicos recebem o Pasep pelo Banco do Brasil. No caso deste grupo, a consulta é feita pelos telefones 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas); 0800 729 0001 (demais cidades); e 0800 729 0088 (deficientes auditivos).

Ronaldo Cunha
Empreendedor(a) 👨‍💻Profissional de TI 📚Certificado Google ✰ Conservador ও Operador de Criptomoedas
Open chat
Olá, seja bem vindo (a) site
Olá, seja bem vindo (a) site Ronaldo Cunha